+55 21 2275-0146
Paris Versailles

Paris-Versailles: da Torre Eiffel ao Palácio de Versailles

Share now:

O ano de 2018 mal começou, mas já está na hora de planejar a temporada de corrida para o segundo semestre, principalmente se o seu desejo é correr uma prova na Europa, que oferece possibilidades inúmeras de boas corridas aliadas ao turismo.

Para quem quer curtir a França, a famosa corrida Paris-Versailles, também conhecida como “La Grande Classique”, é uma opção das mais interessantes.


Essa prova tradicional francesa, disputada na distância de 16,2 km, ou 10 milhas, acontece este ano no dia 30 de setembro, em pleno Outono, época perfeita para correr e viajar.

Seu trajeto, que larga ao pé da charmosa Torre Eiffel, em Paris,  e chega no Palácio de Versailles, proporciona imagens inesquecíveis aos participantes, que têm a oportunidade de correr às margens do Rio Sena e de passar por lindos bosques e avenidas, sempre avistando cenários deslumbrantes.

Um dos grandes desafios do percurso, que começa plano, é no km 6, quando o corredor se deparada com uma subida bem íngreme, a “Côte de Gardes”, com aproximadamente 7% de inclinação e 2 quilômetros de distância. Depois disso, o trajeto segue num misto de subidas e descidas menores e com uma grande quantidade de pessoas e bandas apoiando os corredores.

O edição de 2018 será a 41ª edição da corrida, que reúne 25 mil participantes. Um dos grandes atrativos da prova é a largada ao pé da Torre Eiffel, grande cartão-postal da Cidade Luz e que nasceu de um concurso lançado na Exposição Universal para comemorar o centenário da Revolução Francesa. A torre de ferro foi escolhida entre 107 projetos e Gustave Eiffel ganhou o direito de erguê-la no Campo de Marte, coração de Paris. No início, a torre foi considerada uma ameaça à estética da cidade. Depois de dois anos de construção, divididos em três etapas, a obra foi concluída em 31 de março de 1889, data de inauguração do monumento, que de início tinha também prazo de validade. Ou seja, ela ficaria em pé apenas 20 anos e depois seria destruída.
Depois de milhões de visitações, ela se torna com o tempo um símbolo da potência industrial francesa da época e acaba sendo de grande utilidade na Primeira Guerra Mundial para as comunicações militares. A cada ano, aproximadamente 7 milhões de turistas sobem na torre para ter uma das melhores vistas de Paris.

O outro local destaque da prova é o Palácio de Versailles, onde os corredores celebram a chegada da corrida. Localizado na Praça das Armas, o palácio foi declarado Patrimônio da Humanidade pela Unesco há mais de trinta anos e é reconhecido mundialmente não apenas pela sua bela arquitetura e jardins mas principalmente pela importância histórica. Diferentes monarcas ocuparam o trono no palácio e foram aos poucos o embelezando. Ele foi construído para ser a residência do Rei Luís XIV, que queria um lugar calmo mas não muito distante de Paris. Os Jardins de Versailles ocupam mais de 800 hectares e levaram 40 anos para serem construídos. Apenas em 1789 deixou de funcionar como sede oficial do poder para se tornar o Museu da História da França. Ao longo dos anos, o Palácio de Versailles serviu de inspiração para vários outros palácios pelo mundo.
Para informações sobre pacotes Kamel Turismo para a Paris-Versailles, acesse aqui.