+55 21 2275-0146

Os 10 pontos turísticos mais encantadores de Londres

Share now:

Os 10 principais pontos turísticos de Londres

Londres é uma cidade repleta de charme, com construções antigas, monumentos históricos e belos parques. Quem chega à cidade já percebe de cara que não dá para ir  muito longe sem tropeçar em uma de suas atrações emblemáticas.

Se você está se preparando para encarar a Maratona de Londres em abril ou a Meia em outubro, relacionamos aqui as 10 das principais atrações que todo turista deve visitar na capital britânica.

  1. Big Ben:

    Inaugurado em 1859, o Big Ben é o cartão-postal de Londres e um dos principais pontos turísticos da cidade. Ainda que muitos acreditem que a denominação Big Ben se refira ao relógio da torre do Parlamento britânico (que passou a ser chamada de Elizabeth Tower a partir de 2012 em homenagem à rainha) – ou Palácio de Westminster, como também é chamado   – o nome oficial na verdade se refere especificamente ao sino (Great Bell) de mais de 13 toneladas que toca a cada hora e faz parte do relógio. Não é possível entrar dentro do torre, que não é aberta ao público. Mas o Big Ben pode e deve ser apreciado de fora, principalmente à noite, quando as quatro faces do relógio ficam iluminadas. 

    2. Palácio de Westminster

    (Casa do Parlamento): Localizado à beira do Rio Tâmisa, o Palácio de Westminster, que costumava ser a residência da Família Real Britânica, é a sede do Parlamento britânico desde o século 13. Construído na Idade Média, foi destruído por um incêndio em 1834 e foi na sua reconstrução, feita ao estilo gótico, que acabou ganhando sua famosa torre com o relógio (Big Ben).  O Palácio faz parte do Patrimônio Mundial da Unesco. É possível visitá-lo por dentro de segunda à sábado. O valor do ticket é de 25,50 libras por pessoa.

    3. London Eye:

    Quarta maior roda gigante do mundo, não há como ir a Londres e não notar a imponente London Eye. É a atração mais procurada da cidade. Seus 135 metros de altura servem como um observatório 360 graus da cidade e por isso mesmo, para quem não tem medo de altura, vale muito à pena uma volta, que dura 30 minutos e sai por  22,45 o ingresso normal. Situada bem perto do Parlamento, o fim de tarde e à noite são os horários mais recomendados, quando a cidade começa a ficar iluminada. O horário de funcionamento pode variar dependendo da época do ano, mas, em geral, ela  funciona das 10h às 20h.


    4. Palácio de Buckingham:

    Uma das principais atrações em Londres acontece em frente ao Palácio de Buckingham, considerado a residência oficial da Rainha Elizabeth, embora ela não viva lá desde 1940, quando a capela foi destruída num bombardeio e Elizabeth se refugiou no Palácio de Windsor, onde vive até hoje. É  onde os turistas se reúnem para ver a famosa Troca da Guarda, que acontece no verão, diariamente às 11h30, e em dias alternados no restante do ano. Clique aqui para ver a programação da guarda (http://www.householddivision.org.uk/changing-the-guard-calendar). Não é preciso pagar absolutamente nada para ver a troca, mas, para pegar um bom lugar entre a multidão, é preciso chegar com antecedência de pelo menos 1 hora. Caso queira visitar por dentro o Palácio, é possível somente no verão, desde que seja agendado com antecedência.

    5. Catedral de St. Paul:

    Sede dos bispos de Londres e atração bem procurada por turistas, a Catedral de St. Paul, além de bonita, tem grande relevância histórica. Sua cúpula, arquitetada por Sir Christopher Wren, é a segunda maior do mundo, ficando atrás apenas da cúpula da Basílica de São Pedro. No seu interior, essa catedral anglicana possui obras de diversos artistas da época em que foi construída. Já foi palco de grandes eventos ao longo da história, como funerais de Duque de Wellington, Sir Winston Churchill e Margaret Thatcher, além de celebrações dos Jubileus das Rainhas Victoria e Elizabeth II. Foi lá também que o Príncipe Charles e a Princesa Diana se casaram. Quem paga ingresso para entrar na catedral tem direito a subir na cúpula da igreja, visitar as capelas, os túmulos de heróis britânicos e ainda conhecer um pouco da sua rica história. Ela é aberta a visitações de segunda a sábado, das 8h30 às 16h. O acesso custa 16,50 libras. Para quem quiser, há uma missa cantada (o Eversong), de 50 minutos, que acontece de segunda a sábado, às 17h, e aos domingos, às 15h15. A entrada é gratuita.

    6. Tower  Bridge:

    A ponte basculante construída em 1894 sobre o Rio Tâmisa já foi cenário de vários filmes e é também um dos pontos mais visitados e fotografados da cidade. A Tower Bridge tem 244 metros de comprimento e se eleva para a passagem de embarcações no rio, além de oferecer a travessia para carros e pedestres que cruzam de um lado para outro. Seu interior tem uma exposição chamada Tower Bridge Exhibition, que conta seus mais de 200 anos de história, e também dá acesso a uma passarela observação onde é possível ver sua antiga casa das máquinas e ainda a vista lá de cima da torre. De abril a setembro, ela funciona das 10h às 18h. No restante do ano, das 9h30 às 17h. O valor para entrar no seu interior é de 8 libras.

    7. Os Parques Reais:

    No passado, os principais parques de Londres eram  propriedades da Família Real e não permitiam o acesso do público. Com o passar do tempo, a cidade foi se urbanizando e os oitos parques que serviam apenas para recreação da Monarquia foram abertos aos cidadão londrino e aos turistas. Situado bem no centro da cidade, o Hyde Park, onde acontece a largada e a chegada da Meia maratona de Londres, é o mais famoso deles e vale muito uma caminhada ou ao mesmo uma corridinha. Ao lado dele fica o Kensington Gardens. Os dois parques ficam próximos ao Palácio de Buckingham, local de chegada da maratona.  Outro que vale à pena uma visita é o Regent’s Park, o segundo maior parque de Londres e considerado por muitos o mais bonito. Um passeio em seus arredores o levará a uma área verde que acolhe fontes, um lindo lago e até um zoológico. Os outros parques reais são o Green Park, o Greenwich Park, o Richmond Park e o St. James’s Park, onde acontece a largada da Maratona de Londres.

    8. Museu Britânico:

    Mesmo quem não curte museus vai adorar uma visita ao Museu Britânico, que é o primeiro museu público do mundo e foi fundado em 1753. A entrada é gratuita. O museu abriga cerca de 8 milhões de peças históricas e uma grande infinidade de relíquias, como máscaras astecas, esculturas egípcias e gregas, moedas do período helenístico, além de raridades como a Pedra de Roseta e partes do Partenon de Atenas. Outros museus que valem uma visita são a National Gallery, o Museu de História Natural,   o Madame Tussaud, o Tate Modern, o Museu de Sherlock Holmes e o Museu do Rock.


    9. Abadia de Westminster:

    Bem pertinho do Big Ben, fica a Abadia de Westminster, igreja anglicana que tem quase mil anos de história e é o local em que acontecem as coroações da monarquia britânica. Ela foi fundada em 970 d.C. e tem uma arquitetura de estilo gótico. Foi ali que foi realizado o casamento de Príncipe William com Kate Middleton em 2011. Um passeio pelo seu interior é com certeza uma rica viagem pela história londrina. Ela funciona de segunda a sábado (clique aqui para ver dias e horários http://www.westminster-abbey.org/visit-us/opening-times) e o ingresso para acesso custa 20 libras.

    10. Torre de Londres:

    É também uma das principais atrações da capital britânica e uma das mais caras. Construída em 1078 a pedido de Guilherme, o Conquistador,  (rei normando que construiu fortificações na Inglaterra na tentativa de colocar medo e exigir respeito da população local), ela está localizada às margens do Tâmisa. Serviu, no passado, de local para prisões, execuções e torturas, zoológico, casa da moeda e casa real. Hoje, Patrimônio Mundial da Unesco, é o local que guarda as jóias da Coroa. São 20 torres ao todo, que contam muito sobre o passado sangrento da cidade de Londres. Além de fazer uma passeio pela história, poderá ver armaduras dos soldados, locais de prisão e tortura e ainda as jóias da Coroa. A entrada custa 24 libras para compra antecipada (online) e 28 libras para compras no local. Confira aqui (http://www.hrp.org.uk/tower-of-london/visit-us/tickets-and-prices/#gs.QRV1oG4preços para grupos, dias e horários.